Cortinas e persianas

COZINHAS E BANHEIROS                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                     Existem no mercado diversos modelos de persianas, de vários materiais. Atualmente os tipos mais usados são as persianas horizontais, do tipo romana ou do tipo rolô, mas dependendo da marca, existem variações desses modelos, com maior ou menor controle de abertura, além da diversidade de cores e materiais. Particularmente, eu prefiro os modelos mais simples, que são mais fáceis de manusear, e as cores mais básicas (variações de branco e bege) já que as persianas são um complemento, não devem chamar mais atenção que os outros elementos da decoração.CORTINAS BH

Persianas Horizontais: simples e muito bonitas, são formadas por lâminas metálicas, de madeira ou de PVC. Elas não vedam totalmente a claridade, mas deixam passar a ventilação natural.

persianas brancas (que aqui devem ser de madeira ou pvc) vão do teto ao chão, cobrindo toda a extensão das janelas. As lâminas largas têm uma estética interessante, marcando bem a horizontalidade. Foto: Revista Casa e Jardim.

Adooooro persianas de madeira. Dão um ar ao mesmo tempo aconchegante e sofisticado. Costumam ser mais caras, mas existem genéricos de pvc ou até de alumínio que dão um efeito parecido. Foto: site Luxaflex.

Rolô: funcionam como painéis que, quando recolhidos, ficam enrolados. Funcionam bem quando a intenção é vedar bem, mas como tem limitações de tamanho, deixam frestas entre os painéis. Podem ser de vários materiais, sendo mais usado com blecaute de vinil. Outro material muito utilizado é a tela solar (fibra de vidro +pvc)que controla o calor e filtra os raios UV sem impedir a entrada de luz natural nem esconder totalmente a paisagem e por serem furadinhas, deixam a ventilação passar.

Normalmente gosto das persianas rolô quando usados junto com cortinas, mas em ambientes bem modernos, como o da foto, elas funcionam bem sozinhas, cobrindo toda extensão das enormes janelas. Foto: site Luxaflex.

Romana: têm o mesmo uso e função da rolô, mas sua estética é mais interessante, já que ela se dobra à medida que é suspensa. Quando fechada, os locais das dobras formam listas horizontais nos painéis. Além de tecidos nobre, como seda ou fibras naturais, podem ser de blecaute de vinil ou tela solar.

Na primeira foto, a persiana romana,  feita de tela (fibra de vidro com PVC), dá um efeito translúcido, filtrando a luz que entra no escritório.  Projeto de André Piva. Foto: Casa Cláudia. / Na segunda foto, a persiana romana cobre as janelas com ângulo. Acho esse efeito bem bonito.  Foto: Revista Casa e Jardim.

Outros exemplos da persiana romana feita em tecido, da Persiflex.

Na hora de decidir entre cortinas e persianas, não existem regras fixas, tudo depende do seu gosto e do estilo de cada ambiente. Porém, alguns fatores podem ser considerados. As persianas são práticas, mas fáceis de limpar e não juntam muita poeira. Além disso, têm design mais limpo. Já as cortinas são um pouco mais complicadas na hora de lavar, dependendo do tecido, mas são mais chiques e dão um ar sofisticado ao ambiente. Por essa razão, são minhas eleitas pra usar na sala ou em outros espaços que exigem sofisticação. E o resto da casa?

COZINHAS E BANHEIROS

Cozinhas e banheiros frequentemente tem a necessidade do controle de luminosidade ou da privacidade. Aí sempre bate aquela dúvida, que material eu posso usar que resista a gordura e umidade, e que seja fácil de limpar? Nesses casos, as persianas são mais recomendadas que as cortinas. Devem ser usadas em material sintético, que não se altera com a umidade e que aceite limpeza com detergente. É o caso do PVC, do poliéster e das fibras artificiais. As horizontais com lâminas de alumínio também são recomendadas, já que dificultam a fixação da sujeira. Algumas marcas utilizam poliéster com tratamento antiestático, que inibe o acúmulo de pó e gordura no tecido.

Essa cozinha, com enormes aberturas, recebeu persiana rolô em tela de pvc, que filtra a luz mas deixa transparecer um pouquinho da vista… Foto: site Luxaflex.

Persianas horizontais metálicas dão privacidade à banheira, cercada por grandes janelas. Foto: Revista Casa Mix.

QUARTOS E HOME THEATRE

Aqui tanto faz cortina ou persiana, desde que deixe tudo bem escurinho… Mas se você prefere a praticidade das persianas, os modelos mais recomendados são a rolô ou romana, pois elas podem ser feitas em blecaute de vinil. Como o vinil é grosseiro, existem os blacautes com acabamento em tecido, bem mais bonitos.

Persiana rolô com blecaute para escurecer o quarto de casal. Foto: Revista Casa Mix.

No home theatre projetado por Francy Milano, a persiana romana com blecaute promove o conforto visual necessário, evitando reflexos na televisão. Foto: Revista Casa Mix.

Que tal aliar a praticidade das persianas com o luxo das cortinas? Fica lindo usar os dois recursos em conjunto. As persianas no fundo, com a função de proteger do sol, e as cortinas decorando à frente, completas ou como xales nas laterais. Dessa forma, além do acabamento mais bonito, a cortina ajuda a vedar a luz que passa pelas frestas das persianas, funcionando como molduras.

Nessa sala,  a persiana romana em tela solar filtrou a luz e deixou o ambiente bem leve. Foram feitos 4 painéis cuja emenda coincide com as divisões da esquadria, ficando mais disfarçadas. Para arrematar, nas laterais foram usados xales de seda de 80cm com prega americana. Achei lindo!!! Projeto da arquiteta Paula Magnani. Foto: Revista Casa Cláudia.

Na primeira foto, a aparência simples e fria da persiana horizontal metálica foi suavizada pelos xales de organza de seda, com prega americana. Projeto de Roberto Negrete. / Na segunda foto, as persianas de madeira preenchem os vãos das janelas, e são complementadas por painéis de algodão, suspensos por tiras do tecido, que deram o maior charme ao quarto. Projeto do arquiteto Maurício Nóbrega . Fotos: Revista Casa Cláudia.

Nessa sala com pé-direito altíssimo (lindo!) a enorme janela foi coberta com persiana rolô em tela solar (provavelmente automatizada). Por cima, os enormes xales em tecido cinza chumbo deram cor e acabamento. Foto: Desire to Inspire

INSTALAÇÃO

Para a instalação das persianas existem as duas possibilidades. A primeira é instalar dentro do vão da janela, onde a medida deve ser bem justa ao espaço, para diminuir as frestas. A outra possibilidade é a persiana por fora, ultrapassando o vão da janela. A medida deve ser feita deixando sobrar na largura 10 cm para cada um dos lados. Na altura, o ideal é que a peça seja 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *