O que é SEO: o guia completo para você entender o conceito e executar sua estratégia

O que é SEO: o guia completo para você entender o conceito e executar sua estratégia

Uma das maiores ambições das companhias que investem em Marketing Digital é atingir as primeiras posições nos mecanismos de procura — afinal de contas, quem não pretende cliques gratuitos e mais visitantes em seu site?

Não obstante, estar na internet não é o satisfatório para garantir que seu site, e-commerce ou diário online consigam um lugar na primeira passagem do Google: é necessário agredir em uma estratégia sui generis para otimizar os resultados e garantir que sua empresa alcance um bom parecer.

Afinal de contas a rivalidade pelas posições nos buscadores está cada vez maior com as companhias vivenciando este tempo de metamorfose digital.

Atingir bons rankings nas páginas de resultados, no entanto, pode estar mais ao seu alcance que você imagina. Há uma série de otimizações que você pode realizar no seu site e nos seus conteúdos visando aumentar a experiência do seu leitor e se reintegrar um resultado ótimo aos olhos dos motores de procura.

O que é SEO (Search Engine Optimization)?

SEO significa Search Engine Optimization ( Melhora para mecanismos de procura ). É um conjunto de técnicas de melhora para sites, blogs e páginas na rede. Essas otimizações autenticam atingir bons rankings orgânicos gerando trânsito e consentimento para um site ou diário online.

Essa estratégia é necessário para sua empresa passar a ter destaque, clareza no mundo digital e, por resultado, mais leads, clientes e receita para o seu negócio.

Como?

Com a melhora de site e blogs com o utilização de técnicas para aumentar o rankeamento destas páginas e posicionando a sua empresa nos primeiros resultados do Google, por exemplo, aumentam ( e bastante ) suas vagas de negócio, já que 90% das indivíduos que fazem pesquisas no Google clicam somente em resultados que aparecem na primeira passagem do mecanismo.

O essencial propósito do SEO, por isso, é reforçar o volume do trânsito vegetal e garantir mais clareza para as páginas na rede.

Correto né?

Vamos esclarecer a você agora, passo a passo, os conceitos mais essenciais de SEO e vamos explicar as técnicas que usamos para atingir os primeiros lugares do Google..

E tudo inicia no momento em que o utente faz uma procura.

A psicologia da procura e os 3 tipos de procura

A psicologia da procura maluco em redor do utente: suas necessidades, sua maneira de pedir por respostas, os resultados que ele delonga ao pedir uma coisa e etc.

De maneira resumida, a psique humana frente aos mecanismos de procura passa pela urgência de complementar um atração física exclusivo, que pode se reclamar de formas muitas, e é papel das companhias que investem em Marketing Digital agir de maneira lente a todas essas dúvidas e necessidades.

Dessa forma, no momento em que pensamos no conhecimento dos processos de estudo, é necessário constantemente se colocar no lugar desse utente que está procurando por qualquer informação em um mecanismo de estudo como o Google.

E um dos primeiros passos para supervisionar a procura do utente é saber a intenção de estudo. Saber essa intenção é necessário para conseguir gerar o público certo para o seu site.

Então vamos esclarecer para você o que leva o utente ao Google. Há 3 tipos de procura:

1. Estudo ou procura navegacional

Esse tipo de estudo — similarmente conhecida como estudo de pique — é realizada no momento em que o utente já sabe para qual site apreciaria de ir, porém pode ser que não se lembre da URL completa ou esteja com preguiceira de digitar.

Por exemplo, se o utente procura por “Rock Content” ou “ diário online da Rock Content” para obter nossos conteúdos, sua intenção de estudo é clara e, dessa forma, são poucas as chances deste utente modificar seu destino final na rede — essa indivíduo já sabe o que consumo.

2. Estudo ou procura informacional

Como o próprio nome diz, na procura informacional o utente procura por informações, seja a partir de notícias, releases de um produto ou artigos explicativos.

Ao contrário da estudo navegacional, nesse caso o utente não sabe precisamente em qual site chegará para obter o conteúdo que consumo, uma vez que não é possível identificar diretamente sua intenção de procura.

Dessa forma é tão fundamental que as companhias tenham um bom rankeamento no Google.

Por não saber precisamente qual site pretende surgir, o utente tende a usar os resultados orgânicos para buscar a saída da sua incerteza ou urgência, e é nesse hora que o bom parecer do seu diário online ou site é uma coisa rendoso para os serviços. Veja um malogro de estudo informacional:

3. Estudo ou procura transacional

Nesse tipo de estudo o utente está procurando cumprir uma concerto. Seja adquirir de modo direto um produto, obter uma empresa, ou realizar qualquer outro tipo de concerto na internet.

Este tipo de estudo é surpreendentemente valiosa, especificamente para e-commerces.

Agora que você já captou os 3 tipos de procura, no próximo vária vamos esclarecer como funciona o maior mecanismo de buscas do mundo, o Google. Seo BH