Mitos sobre cirurgia plástica que ninguém te conta!

Mitos sobre cirurgia plástica que ninguém te conta

Engana-se, não obstante, quem acha que as mulheres são as que mais fazem cirurgias. Vários homens similarmente realizam procedimentos com a intenção de censurar uma coisa que incomoda e dessa maneira aumentar a entono. Quer saber mais sobre plasticas, acesse http://www.adrianalembi.com.br/

A pedido de Exame.com, o clínico Leandro Insegurança, do Instituto Ivo Pitanguy, listou 5 mitos sobre intervenção plástica. Veja embaixo quais são eles:

1) Intervenção plástica plástica não requer disposição prévia

De acordo com Insegurança, em qualquer interferência eletiva – como é o caso da maior parte das cirurgias plásticas – deve-se avaliar o paciente como um todo. Logo na primeira consulta, antes de escavar a conversa em redor das queixas que levaram à consumo do clínico plástico, é preciso saber o histórico do paciente, analisando minuciosamente sua saúde maior parte.

2)Sedentarismo e utilização de remédios não interferem na prática e no sucesso da intervenção

Obesidade, sedentarismo, comorbidades ( figura ou associação de duas ou mais doenças no mesmo paciente ), utilização de remédios ou substâncias que aumentariam o perigo de acidentes tromboembólicos, como contraceptivo oral ou mais hormônios, e até mesmo o fumo são capazes de interferirmos procedimentos.

 

3) Lipoaspiração auxilia a perder peso

De acordo com Insegurança, há lindas de segurança para o volume a ser lipoaspirado. Ela é indicada nos casos de gordura localizada, que penosamente desaparece – embora de acertado o peso adequado. Além disso, a gordura afastamento pode ser usada para desempenho de outras áreas, ajudando na conjugação do desenho do corpo.

4) Alguns procedimentos, como abdominoplastia, são recomendados apenas para mulheres

Por conta da preparação, a revisão da flacidez na região do abdômen feita pela abdominoplastia é mais procurada por mulheres, porém análogo técnica não é especial delas. Insegurança pondera que as mulheres também são maior parte na procura por cirurgias plásticas, porém cada vez mais os homens evidencia pretensioso evoluções.

“ Pode ser que por machismo, se criou a cultura de que os homens deveriam se pegar como são, porém as negócios estão mudando e hoje já homens que fazem cirurgias para censurar o nariz, desempenho de rugas e até a plástica na abdômen ”, explica o profissional.

5) Intervenção plástica não possui correlação com transtornos mentais e entono

Para Insegurança, pacientes que procuram cirurgias plásticas trazem transtornos tão ou mais essenciais que as doenças orgânicas. “É fundamental observar que algumas cirurgias não são apenas estéticas. A de mamas nas mulheres e a ginecomastia nos homens são bons exemplos”, explica.

De acordo com ele, é também fundamental realçar que, embora de a intervenção plástica de fato ser coeficiente importantíssimo na benefício da entono, objetivando tranquilizar desconfortos físicos, as esperanças são capazes de ser frustrantes, caso a intervenção seja indicada em casos de transtornos mascarados por queixas físicas.

“O cidadão é complexo e se comunica de distintos formas. Várias vezes, deposita em detalhes corporais valia e responsabilidade irreais, por desequilíbrios da existência mentais. Dessa forma, é fundamental se pesquisar: Qual é a sua dissabor?”, afirma.

Antes de optar pela intervenção, Insegurança recomenda ao paciente realizar as seguintes perguntas a si mesmo: Até que ponto de fato sua felicidade ( ou a apartamento dela ) depende desse detalhe? Sua autoimagem é adequado? Condiz com a existência? “

6) Somente pessoas preguiçosas usam cirurgia plástica para perder peso.

Não é verdade. A maioria dos pacientes já trabalhou duro para perder grandes quantidades de peso antes de visitar o consultório do cirurgião plástico. Operações como lipoaspiração e contorno corporal geralmente têm como alvo pequenos depósitos de gordura teimosos, como alças de amor ou “braços da mãe”, enquanto procedimentos mais sérios, como uma abdominoplastia, geralmente são realizados em pessoas que já perderam peso e precisam de ajuda para se livrar do excesso pele.

7) A cirurgia plástica deixa cicatrizes feias

Os cirurgiões plásticos são treinados para fazer suas incisões o menor possível e colocá-las em áreas discretas, atrás da orelha ou sob a linha da calcinha, por exemplo. Enquanto as cirurgias radicais deixarão algumas cicatrizes, as cicatrizes serão colocadas de forma que nunca sejam vistas em público!

8) Mulheres que têm implantes mamários não podem amamentar.

Durante o procedimento de aumento dos seios, o cirurgião terá o cuidado de não danificar os dutos de leite e de organizá-los ao redor do implante para que a amamentação seja fácil e natural. Poucas mulheres têm problemas para amamentar após o aumento dos seios.

“Reflita. Repense. Entenda-se melhor. Aceite-se mais. E, se depois de esse processamento de edificação também houver lugar para reparos, harmonizações, embelezamentos responsáveis, conte conosco, cirurgiões plásticos”. O Blog Adriana Lembi detalha como funciona o muitas outros procedimentos cirurgicos, veja a seguir https://adrianalembi.com.br/cirurgia-plastica/

 

Fonte de Reprodução: Getty Imagens

9) A mamoplastia de aumento é perigosa

Os implantes têm sido extensivamente testados e estudados ao longo dos anos. Na verdade, eles estão entre os dispositivos médicos mais estudados de todos os tempos! Por muitos anos, os implantes mamários de silicone foram o implante preferido, devido ao seu design e longevidade. Após algumas reclamações sobre implantes rompidos, eles foram retirados do mercado. Mas em novembro de 2006, a FDA determinou que as queixas contra os implantes de silicone tinham poucas evidências médicas para apoiá-las e reaprovou os implantes de silicone para uso em cirurgias de aumento de mama nos EUA. Nossos implantes são aprovados pela FDA, e o risco de ruptura é de 0,7 a 1% ao ano para a idade do implante. As rupturas não são uma emergência e os implantes de silicone mais recentes têm silicone coesivo que não escorre como um líquido, mas permanece no lugar. Embora nenhum procedimento cirúrgico seja isento de riscos, as complicações potenciais da cirurgia de aumento de mama foram claramente definidas e mapeadas ao longo dos anos. A mamoplastia de aumento tem sido a operação cosmética mais comum nos EUA desde 2008.

10) Você vai recuperar a gordura ou a gordura voltará a crescer após a lipoaspiração

Esse mito começou a circular depois que um pequeno estudo mostrou que alguns pacientes recuperavam a gordura dentro de um ano após o procedimento. Houve vários estudos maiores desde então que refutaram esses dados. Embora as células de gordura restantes possam crescer mais se você ganhar peso no futuro, o procedimento de lipoaspiração remove fisicamente as células de gordura do corpo, e essas células não voltam a crescer. Pacientes que fazem lipoaspiração e continuam com uma dieta saudável e se exercitam regularmente após se recuperarem da cirurgia normalmente apresentam resultados duradouros. A lipoaspiração geralmente apresenta altas taxas de satisfação do paciente.

                                           

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Cirurgia_pl%C3%A1stica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *