Como descobrir o que esta roubando carga

Antes de julgar em substituir a trem do seu automóvel é necessário encontrar se ela é a vilã ou a vítima, caso contrário você será capaz de solucionar o dificuldade a princípio, porém em pouco tempo descobrirá que deu mancada e tomou um baita prejuízo ao substituir uma trem em perfeito estado e não adiantará voltar a empresa que te vendeu uma trem a seu pedido, ou seja, atenção para não bombar na vagar e repetir na troca da trem, uma vez que ela é um acumulador e você necessita avaliar o sistema de trabalho e os consumidores antes de julgar na simples troca da coitada da trem.

RC – Reservo de Trabalho


Toda trem tem uma reservo de trabalho indicada em seu chavão e ao adquirir uma trem a sua trabalho frequentemente é plena e ao colocar em um automóvel que não carrega bem ou que possui um consumidor minando a trabalho da trem o dificuldade pode ficar escuso por alguns dias, ou seja, o sistema de trabalho carrega pouco ou uso é bastante alto e a trabalho andará um passo pra frente e 2 para após e logo a Reservo de Trabalho vai acabar.


2 PASSOS PRA FRENTE E 1 PARA APÓS


Um malogro é a de uma caixa de água residencial completamente aluvião ( trem nova, bem carregada), no qual o uso de água de sua casa é levemente maior que reposição, dessa forma você terá água por alguns dias, porém não tardará a iludir água no seu barraco. O mesmo acontece com a trem, por isso imagine que seu automóvel possui um defeito, e ao substituir a trem, você está somente comprando uma carregada que logo estará vazia.


LIMITADO NO SISTEMA


Este fole de limitado giro é um pouco bagunçado, uma vez que um limitado entre um crédulo e um vão faz um estalada danado, ou seja, um fogaréu lascado e uma fumaça maçante, porém evidente que podemos montar com o limitado ou seja o contato entre fios que façam uma conexão, por exemplo, um cordão crédulo que por casualmente se juntou ao cordão de refeição de uma luz ou outro consumidor que frequentemente ficará acionado e consumirá a força acumulada na trem (RARÍSSIMO).


RELÊ


É bem raro um relê utilizar a trabalho de uma trem por si apenas, porém ocorre, especialmente no momento em que indivíduo instala um relê errado, ou seja, bota um relê simples no qual deveria se obter um relê mais complexo que protegeria o sistema ao qual foi indicado, por isso apreciaria de sobreavisar que o relê ocasionalmente grudento seu platinado fazendo um consumidor ficar concebido, relê errado, malévolo hospedado ou um cordão que tenha se ligado a outro e que tirou o relê ser acionado acidentalmente, porém é bem raro.


LUZES DE ACESSO MALAS E ACESSO GRATIFICAÇÃO


Hoje está mais fácil, uma vez que até outro dia era necessário deitar dentro do acesso malas para encontrar se luz ficava acesa direta, porém com os celulares basta coloca-los para inscrever um vídeo e fecha-lo no acesso gratificação ou acesso malas para encontrar se uma das lâmpadas não ficam acesas indevidamente por pane em seus interruptores.

Clique Aqui: Como descobrir se o carro esta roubando carga e como resolver


APARELHO DE SENTENÇA, ALARMES E ACESSÓRIOS


Todo elemento não sui generis é suspeito e nada mais óbvio do desunir todos eles caso você procure por uma coisa que esteja consumindo a trem do seu automóvel.


SISTEMA DE TRABALHO


Já falamos da valia do sistema da trabalho que possui o alternador ( genitor de eletricidade) encarregado por alimentar os consumidores elétricos enquanto o propulsor está funcionando e recarregar a trabalho da trem, porém o sistema de trabalho compreende similarmente os canos (fios e cabos) que conduzem a eletricidade e ao modelo de um sistema hídrico, são capazes de vazar ( malévolo contato ) e dificultar a cabida trabalho da trem.



A trem é um acumulador e sua essencial ofício é proporcionar força ao automóvel enquanto o propulsor está avulso, porém ela similarmente auxilia ao alternador como se fosse um NoBrake ou um mega capacitor, ou seja, se preciso o alternador contará com a trem em alguns momentos ao longo o desempenho do propulsor, especialmente hoje em dia com os alternadores modernos multi ofício que trabalham de maneira diferenciada aos alternadores do passado, uma vez que suas rotinas de cirurgia levam em consideração mais elementos, como a temperatura e até mesmo a abaixo-assinado do sistema.


TREM MAIOR ( engano comum )


Nada mais equivocado que reforçar o massa da caixa de água se a pressão não pode enche-la, ou seja, imagine que uma trem maior é o postura de colocar colocar uma caixa de água em uma altura que a posto de água não pode alimenta-la uma vez que não possui a pressão essencial, por isso para você ter um vatagem em colocar uma trem maior, você terá de de um alternador ( posto ) que gere uma corrente ( pressão ) maior, ou seja, um alternador que gere mais Amperes Momento, caso contrário essa trem maior de modo algum ficará aluvião de verdade (carregada).

Entre outras palavras, não adianta substituir a trem de 50 Uau do seu automóvel pela de 70 Uau sem redimensionar todo o sistema de trabalho, nadinha!
DIMENCIONE O SISTEMA ( sentença fatigante )
Se você instalou um sentença fatigante no seu automóvel, pense no conjunto, alternador poderoso, trem com um RC maior e um amparo no cabeamento ativo para evitar vazamentos e dispõe confeito no sentença, porém ábdito da minha rua por favor, tenho criança jovem em casa.


USO AUTORIZADO


Ao usar um amperímetro é possível avaliar a pleito do sistema em relaxamento, ou seja, com propulsor avulso e o automóvel trancado, porém atenção, uma vez que hoje possuimos o power latch que nada mais é que um processamento comum do sistema que varia entre 1 e 40 minutos ou mais e o teste de faísca no ponta da trem não é mais válido como acontecida com os carros dos anos 80.

O uso comum de um sistema okay maluco cerca de 40 miliamperes e pode ser um pouco maior em alguns carros especiais, que até mesmo pedem para desligar a trem se o veículo for ficar estacionado mais de 7 dias (Omega Australiano), porém frequentemente não vemos um uso maior que 50 miliamperes momento.

FONTE:https://www.r7.com