Como escolher a sua cadeira de escritório

Assegurar que a cadeira de empresa oferece conforto, e ao mesmo tempo possibilita uma boa porte que ela tem uma boa estética, refletindo assim uma boa imagem de sua empresa, e o modelo da sua se delonga ao ser comparada com a dos restantes profissionais, tendo reflexo direito no “status” de cada empregado ali dentro? Ou que ela conduze a NR-17, contendo os ajustes necessárias para se adequar a cada tipo de corpo, proporcionando ergonomia adequada?

Se a explicação para a maioria desses quesitos for não, está na hora de descolocar os conceitos e abeberar-se a escolher a cadeira de Escritório ideal, reputado que, caso sua diligência esteja atrelado ao uso do computador, é sobre ela que você passa grande parte do seu dia, e por esse motivo, a mesma reflete absolutamente em sua saúde, sua comodidade, bem-estar e, não menos importante, em sua receita no espaço corporativo.

Aprenda como escolher cadeira de escritório

O ponto de partida para uma escolha ideal é determinar quem é o usuário e qual função exerce dentro da empresa. a atacar disso será possível alegar qual o modelo aspiração, e os sistemas básicos que devem compor o assento ideal. E nessa hora dois pontos fundamentais devem ser levados em consideração, um é o litígio da ergonomia, o qual deve continuar à norma técnica referente à cadeiras de agências, NR17, que irá clamar regulagens para se acondicionar a cada tipo de corpo; o outro fator é a interrogação hierárquica dentro da empresa, o qual refletirá no modelo ideal para cada cargo, esse por sua vez terá reação direto no “status” do empregado.

Uma boa Cadeira de escritório que atenda às exigências básico de ergonomia deve agrilhoar regulagem de encosto, o chamado Back System e o método Relax, dando apoio a lombal. Recomenda-se em atividade de digitação que a coluna esteja ereta, portanto a cadeira deve ficar com o apoio da lombar bem tracionado, sendo liberado apenas para atividade de relaxamento, onde o desaprumo é recomendado para a musculatura, e durante esse deslocamento somente a coluna deve ser inclinada, não sendo necessários sair do assento. Os modelos com esses sistemas ergonômicos são indicados para cargos de diretor e presidência, por serem cargos que pedem uso duradoiro da cadeira.

Qualidade dos componentes

Esta parte merece atenção especial. Como em qualquer produto que compramos, as cadeiras podem ser de boa ou má qualidade. Não se deixe levar pela aparência apenas. É importantíssimo observar a robustez dos componentes, peso e espessuras das chapas de metais usadas. Sente, experimente. Force o encosto da cadeira enquanto travado para avaliar sua resistência. Observe se a base da cadeira giratória (peça onde são fixados os rodízios) tem nervuras de reforço na injeção plástica ou no alumínio, se tem um tamanho que dê estabilidade para a cadeira e se não cede facilmente ao usá-la. Os mecanismos das poltronas maiores com recline (relax) tem maior durabilidade, estabilidade e conforto se tiverem seu corpo em alumínio fundido. Mecanismos de relax em chapa de aço estampada podem ceder e deixar a cadeira torta ou com mal funcionamento do recurso.

Para as cadeiras operacionais com mecanismos com regulagem independente de inclinação de encosto e de assento, também deve ser feito o teste de travar os componentes em diferentes pontos e testar se os dispositivos não cedem e funcionam adequadamente. Avalie também cadeiras e poltronas com encosto em tela, com apoio lombar e com apoio lombar com regulagem de altura, esta permite a adaptação e conforto dos usuários com suas diferentes estaturas. É fundamental a escolha de um modelo que seja confortável a você e que atenda as normas de ergonomia

Preste atenção na qualidade das espumas das cadeiras, não somente o conforto, mas também sua resiliência, ou seja, o quanto ela retorna à forma original após a aplicação de carga sobre ela. Faça um teste pressionando fortemente a ponta do dedo na espuma e após o quanto a espuma volta ao normal.

FONTE: https://g1.globo.com/

FONTE: https://www.r7.com/

FONTE: https://www.terra.com.br/noticias/

FONTE: https://noticias.uol.com.br/

FONTE: https://www.estadao.com.br/mais-lidas