Piscina de Vinil

As piscinas de borda sem fim,  são muito utilizadas em hotéis e resorts de luxo, contudo atualmente, já são buscados projetos habitacionais para a utilização desse tipo de piscina.

Nesse trabalho a água parece se unir à cenário devido às suas bordas estarem escondidas. É disso que surgiu o seu nome: piscinas de borda infinita.

Elas possuem um design totalmente contemporâneo que analisa um ar luxuoso ao espaço além da belíssima vista que proporciona. Essa é a melhor forma de aproveitar toda a paisagem do local, principalmente se existir um desnível no propriedade — dando a sensação de realismo ao projeto

Existem algumas ideias de projetos muito mais baixo custo que outros — como as versões simplificadas, de acordo com a intenção de cada Dono de restaurante A dica é apostar naquela proposta que cabe no seu terreno e também no seu bolso.


Neste post, abordaremos mostrando como são construídas esses piscinas, os tipos de bordas infinitos existentes, as medidas de segurança necessárias e como funciona a sua manutenção.





Como são constituidos as piscinas de borda infinita?




Como foi dito, esse tipo de projeto é feito para lotes que possuem alguma declividade, pois é a melhor forma de atingir o objetivo de a água transbordar naturalmente, gerando a sensação de infinito.

As piscinas podem ter todas as beiradas ou apenas uma passando a impressão de infinitude — tudo depende do desejo do proprietário, da disponibilidade do propriedade e do valor financeiro disponível para a obra.

Na grande maioria dos projetos, a piscina é edificada no limite do terreno, deixando em destaque a cenário que pode ser desde o jardim até montanhas ou uma bela vista para o mar.

É importante que seja construído um reservatório, como se fosse uma calha, ao redor da piscina. É ele que coletará a água que transbordará da piscina.

Logo no realmente dessa calha há um sistema de filtragem que capta a água e a repassa para o reservatório. esse água pode ou não ser bombeada continuamente.



Há também a possibilidade de transformar piscinas que já estão desenvolvidas em piscinas de borda sem fim,  desde que se analise a topografia do terreno em questão. Em alguns casos, é possível rebaixar alguns centímetros de uma das bordas para tornar possível a medida citada o projeto.

No trabalho ainda é possível realizar escadas, bancos submersos e até uma “prainha” — como é chamada aquela parte bem rasa onde algumas pessoas se sentam para se relacionar ou ficar com seus bebês bem pequenos.

Essa proporção de segurança é o que evitará algum possível acidente, sobretudo se a piscina for edificada a mais de 3 metros de altura. É também de suma importância que as muros das piscinas de borda infinita sejam mais espessas que as tradicionais.

Essas opções devem ser desenvolvidos no lado contrário ao da borda sem fim para evitar que os utilizadores acabavam da piscina pela borda.

Também podemos levar em consideração para que a cor do revestimento ideal da piscina seja aproxima ou bem idêntico com a cor que predomina no ambiente.

Esses tons geralmente são verdes, quando a paisagem é de vegetação, azul-celeste, quando o céu fica visível no final da borda, ou outra nuance de azul, quando a vista é para o mar.

Uma dica interessante é elaborar a piscina, se possível, de modo que a borda sem fim fique de frente para o sentido que o sol se põe. Isso proporcionará uma vista ainda mais admirável à sua piscina. Neste caso, pode-se utilizar cerâmica ou pastilhas com os tons em degradê do pôr do sol. Voltaremos a abordar os informação das cores em um tópico próprio, mais a frente.

Confira aqui: Piscina de vinil é boa,Acesse para obter informações




Quais são os tipos de bordas infinitas?




Na alternativa tradicional, há um sistema em que a água que transborda cai na calha lateral, é recolhida por um cano e direcionadas a um reservatório. A partir daí, a água é filtrada e retorna à piscina direcionadas por uma bomba.

É o exemplo que falamos Antigamente, sobre este tipo de piscina possui um custo muito mais alto que as piscinas que têm a “falsa borda infinita”.

Nestas, a água não transborda devidamente — isso só deverá se existir muito movimento dentro da piscina. Aqui, o nível da água baixará, e o efeito de borda infinita só voltará caso se complete outra vez o nível de água exigido.

Essa alternativa muito mais simples pode ser feita, até mesmo, em piscinas de vinil. Porém, é importante destacar que esse tipo de material é extremamente suscetível ao ressecamento provocado. pelo sol, levando ao desbotamento.

Isso ocorre porque a borda sempre fica seca e exposta ao sol quando a piscina não está em uso. Além disso, o resultado estético não é tão agradável.


No entanto, por ter preço acessível, ser de fácil higienização e possuir várias opções de cores, esse pode ser uma boa opção para algumas pessoas.

Um truque de decoração é cobrir o fundo da calha que absorve os raios com rochas para que se tenha a impressão de que não há nenhum espaço. Dessa maneira, a visão das pessoas será de uma amplitude ainda maior.




Qual é o custo total das piscinas de borda infinita?




O preço total vai necessitar do padrão definida pelo Dono de restaurante Em piscinas de concreto armado, o valor do metro quadrado da estrutura de recuo é de aproximadamente R$ 2 mil.

Em geral, o custo total da obra de piscinas de borda sem fim fica em torno de 15% mais elevado em relação à construção de piscinas convencionais. Isso é devido a todo o sistema de captação e retorno da água à piscina, como vimos.

A necessidade de construir a piscina em um propriedade enorme requer maior uso de revestimentos. Além disso, dependendo do material definida o valor final poderá variar bastante.

Já as piscinas vinílicas propiciam um investimento menor em revestimentos, isentam a aplicação de rejunte, além de servirem como impermeabilizante, o que diminui uma das etapas da obra.




Quais medidas são necessárias para não errar em projetos realzados no alto e garantir a segurança dos banhistas?




Para que o projeto tenha pleno sucesso, alguns cuidados de segurança, para um resultado satisfatório e permanente e para proteção dos utilizadores devem necessariamente ser observados.

Um de dízimos ao papado. é o cálculo correto do volume de água que o reservatório é capaz de receber. Isso assegura que ele não esteja seco quando a bomba for acionada e evita que ela se queime.

A calha também deve ter uma capacidade plausível para que esse água, ao ser levada ao reservatório, seja capaz de elevar o nível da piscina de maneira segura.

Um outro ponto a se observar é a largura da muro da calha receptora; ela deverá ter em torno de 20 centímetros. Isso porque, apesar de não ser o sugerida algumas pessoas desavisadas podem estar  sair da piscina por esse lado.