Streaming de vídeo ao vivo corporativo: 5 maneiras de usar vídeo ao vivo para negócios

Cada vez mais empresas estão usando vídeo ao vivo como parte de suas estratégias de comunicação interna e externa. De acordo com o relatório, o webcasting tornou-se uma prática regular, especialmente para grandes organizações. O relatório afirma que 76% das grandes empresas vão ao ar pelo menos uma vez por ano, 46% em média pelo menos uma transmissão ao vivo por mês e 27% em média pelo menos uma transmissão por semana. A ideia é apoiada pelo LinkedIn , que recentemente adicionou um recurso de vídeo ao vivo à plataforma.

Benefícios de usar vídeo ao vivo para negócios

O principal valor da transmissão ao vivo está em sua qualidade interativa. É tudo uma questão de envolver os participantes (clientes, clientes, executivos, funcionários, etc.) em uma discussão, acontecendo aqui e agora. É uma ótima maneira de construir confiança e fortalecer relacionamentos com o mundo externo e também internamente. Quando usado para comunicações dentro de uma organização, a transmissão ao vivo tem o potencial de enriquecer a cultura corporativa, construir um senso de unidade e reunir funcionários em todo o mundo. No que diz respeito ao uso externo, a transmissão ao vivo corporativa é uma das ferramentas de marketing mais poderosas da atualidade, ajudando as marcas a crescerem mais rápido. É uma ótima maneira de transmitir a mensagem da sua marca ao mundo, atrair novos clientes e aumentar a receita.

Além disso, a transmissão ao vivo pode ajudar a economizar muito dinheiro para as empresas: para eventos hospedados virtualmente, não há mais a necessidade de organizar um espaço físico e, portanto, pagar pela viagem e acomodação. De modo geral, o streaming de vídeo ao vivo é uma estratégia de comunicação empresarial altamente eficaz.

Casos de uso de streaming de vídeo ao vivo corporativo

Transmissão ao vivo interna

Internamente, o streaming de vídeo ao vivo corporativo ajuda a fortalecer a cultura corporativa e a construir relacionamentos entre os funcionários. Endereços internos da empresa, reuniões de equipe e treinamento de funcionários costumam ser feitos por meio de vídeo ao vivo, aumentando o engajamento e a produtividade. O vídeo ao vivo foi considerado “altamente eficaz para manter os funcionários conectados em locais regionais e fusos horários variados”.

O streaming interno certamente exigiria o uso de uma rede segura de entrega de conteúdo (CDN) para distribuição, gerenciamento e armazenamento. A última coisa que uma empresa deseja é ter sua reunião trimestral transmitida publicamente no YouTube.

1. Treinamento de força de trabalho

O treinamento de funcionários é um dos principais usos internos do vídeo para empresas. Usar vídeo para integração, treinamento de conformidade e capacitação de vendas pode ser muito eficaz. Os clipes podem ser reutilizados, atualizados e acessados ​​pelo funcionário a qualquer momento. Além disso, pesquisas confirmam que o uso de vídeo melhora muito os resultados do aprendizado .

Embora a filmagem pré-gravada seja muito eficaz, a realização de sessões de treinamento ao vivo apresenta um elemento de interatividade. Durante a sessão, os funcionários podem fazer perguntas e interagir com o instrutor e / ou outros colegas. Isso torna a experiência mais conectada, levando a um melhor entendimento. Cada sessão de treinamento ao vivo poderia se tornar conteúdo de vídeo sob demanda (VOD) no CDN empresarial, tornando possível a referência futura e reutilização.

Realizar sessões de treinamento ao vivo é especialmente eficaz para treinamento de capacitação de vendas . No modelo tradicional, o treinamento de vendas exige muitas viagens porque todas as partes envolvidas devem se reunir em um único local. Com sessões de transmissão ao vivo, funcionários e executivos não precisam viajar; eles podem simplesmente sintonizar o stream em seus dispositivos.

2. Mensagens executivas para funcionários

Freqüentemente, os executivos corporativos podem parecer bastante distantes e inacessíveis aos seus funcionários. O vídeo ao vivo é uma ótima oportunidade para os executivos se conectarem com os funcionários em um nível mais pessoal e mostrar um lado mais acessível de sua personalidade. E como a transmissão ao vivo não foi editada, os funcionários saberão que estão vendo a versão mais genuína do alto-falante.

A transmissão ao vivo de mensagens executivas também é uma ótima maneira de compartilhar atualizações da empresa, planos futuros e oportunidades, bem como fornecer notas mais sensíveis, como mudanças estruturais e de remuneração. Essa abordagem pode ser muito mais eficaz do que enviar um e-mail para toda a empresa. Com a transmissão ao vivo, os executivos podem reservar um tempo para tranquilizar e inspirar seus funcionários, exibindo liderança e reforçando os valores da empresa.

3. Prefeitura virtual / reuniões gerais

Uma reunião corporativa “municipal” é uma reunião de negócios para toda a organização, normalmente realizada trimestralmente, em que uma apresentação executiva é seguida por uma sessão de perguntas e respostas dos funcionários para a liderança. Isso leva um discurso executivo para o próximo nível, adicionando um elemento de engajamento e interação com os superiores da empresa. Ajuda todos a estarem na mesma página em termos de objetivos e valores da empresa. As reuniões na prefeitura também são chamadas de reuniões “gerais”, já que todos na empresa são convidados a participar.

Tradicionalmente, as reuniões gerais eram difíceis de organizar, especialmente para grandes empresas com vários locais. Os eventos envolveram muitos custos de local, viagem e acomodação, que podem realmente aumentar. Ao organizar reuniões gerais virtuais e transmiti-las ao vivo, sua organização pode economizar tempo e dinheiro. Isso deixa mais tempo para se concentrar nos objetivos de negócios ao invés da organização de eventos e viagens.

Economizar tempo e custos não é o único benefício das prefeituras virtuais. Esses eventos podem ter um impacto positivo na cultura geral da empresa, ajudando os funcionários a se sentirem mais apreciados, ouvidos e unidos. As transmissões ao vivo das reuniões na prefeitura são capazes de transmitir muito mais do que uma chamada telefônica ou uma gravação jamais poderiam.

4. Webcasts internos

Os webcasts ao vivo são uma importante ferramenta de comunicação interna. Isso pode incluir webinars internos, atualizações de departamentos, reuniões, eventos especiais, segmentos de reconhecimento de funcionários e muito mais. Seja o departamento de marketing apresentando novas mensagens de produto ou a equipe de produto anunciando um próximo lançamento, um webcast interno é uma maneira eficaz e conveniente de fazer. Além disso, quem saiu ou deseja assistir novamente pode sempre recorrer à versão VOD do webcast.

Assim como todos os outros casos de uso internos mencionados, os webcasts internos são uma ótima maneira de envolver os funcionários e integrar equipes remotas. Manter os funcionários informados usando este método em tempo real e altamente interativo tem o poder de fazer os funcionários se sentirem realmente parte da equipe (e esperamos que fiquem por mais tempo!).

5. Conteúdo gerado por funcionários

Com as empresas crescendo e os empregos cada vez mais estressantes, é importante deixar um pouco de espaço para a diversão. Uma das maneiras de manter a produtividade dos funcionários e evitar o esgotamento é estimular a criatividade e promover a interação social dentro de uma organização. Por que não permitir que os funcionários criem um vídeo ao vivo como parte dessa iniciativa? Este pode ser o lugar onde seus funcionários podem realmente ser criativos e mostrar suas personalidades! As transmissões ao vivo de funcionários podem incluir festas da equipe, eventos de reconhecimento de funcionários, promoções de iniciativas internas, discussões de melhores práticas e qualquer outro conteúdo interessante. A empresa pode até ter um sistema de recompensa pela criação do conteúdo melhor ou mais útil.

Todo esse conteúdo poderia então se tornar parte do arquivo interno sob demanda – um testemunho de uma cultura corporativa calorosa e acolhedora.

FONTE: https://noticias.uol.com.br/

FONTE: https://www.estadao.com.br/mais-lidas

FONTE: https://www.metropoles.com/